A ActionAid é um movimento global de pessoas que trabalham juntas para promover os direitos humanos e superar a pobreza.

ActionAid comenta ratificação do Acordo Global do Clima

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban-Ki Moon, anunciou nesta quarta-feira a ratificação do Acordo Global do Clima por 60 países representando 47,5% das emissões, abaixo dos 55% almejados. É necessário ter um mínimo de 55 países e 55% das emissões para que o Acordo entre em vigor. A organização internacional de combate à pobreza ActionAid lamenta que alguns países ainda não tenham se comprometido com uma questão de tamanha urgência e comenta:

Os líderes globais deram início aos esforços na enorme batalha contra as mudanças climáticas, mas ainda estamos longe do que esperávamos para hoje. A rápida entrada em vigor do Acordo menos de um ano desde o encontro em Paris seria um importante sinal e passo em direção à proteção das vidas de milhões de pessoas ao redor do mundo. O fato de os países europeus terem falhado em ratificar hoje é um retrocesso na liderança climática de que o continente tanto se orgulhava. A União Europeia agora deve rapidamente concordar com a ratificação. E, com o objetivo de reivindicar um verdadeiro papel de liderança no tema, deve colocar em prática esforços, antes de 2020, para garantir que a proposta de manter o aquecimento global abaixo de 1,5 grau não é apenas um sonho.

- Adriano Campolina, coordenador executivo da ActionAid.

Para outras informações

Juliana Câmara | Assessora de Relacionamento com a Mídia | Press Officer| Brasil

Tel: + 55 21 2189 4643// 21 99407 3818// 21 99762 2519

 

E: juliana.camara@actionaid.org | Skype: juliana_camara01