A ActionAid é um movimento global de pessoas que trabalham juntas para promover os direitos humanos e superar a pobreza.

ActionAid lança app de celular para impulsionar engajamento em campanhas, trabalho voluntário e doações

Ferramenta permite que quem já apoia convide seus contatos pessoais para conhecer o trabalho da organização

RIO DE JANEIRO, 12.08.2016 - De doadores a ativistas. É isso que a ActionAid, organização internacional de combate à pobreza presente em 45 países, propõe a seus apoiadores no Brasil, por meio do aplicativo de celular que leva seu nome e está disponível para download, desde a última sexta-feira, em versões para Android e IOS. Desenvolvido pela startup Volunti.org, a ferramenta permite aos doadores da organização mobilizarem seus contatos de agenda, redes sociais e e-mail para apoiarem a ActionAid em suas campanhas e projetos. 

O app, o primeiro do país baseado na estratégia peer-to-peer (P2P), reúne um conjunto de ferramentas integradas baseadas em cloud, para criar campanhas utilizando a força do engajamento mobile dos usuários. Além disso, garante a doação direta de forma rápida e segura, o acesso e compartilhamento de notícias e publicações elaboradas pela ActionAid, a distribuição de informações sobre voluntariados e a criação de campanhas específicas e coletivas de doação. Há a opção de realizar doações únicas. Todos os contatos e transações são armazenados de forma segura e respeitando as políticas de privacidade dos usuários. 

Hoje, a ActionAid conta com a doação de 24 mil pessoas no Brasil. A principal forma de apoio ao trabalho da organização é o apadrinhamento, no valor mínimo de R$ 52 por mês. Quando uma pessoa apadrinha uma criança pela ActionAid, o dinheiro que ela doa mensalmente vai para o projeto realizado na comunidade onde a criança vive, beneficiando, assim, um conjunto de indivíduos e não apenas uma família. E ela se corresponde com a criança por meio de cartas, numa comunicação totalmente mediada pela organização. 

Há também a opção de doar para a organização sem estabelecer vínculo com uma comunidade específica, o que permite à ActionAid utilizar a doação nas localidades com mais necessidade e em sua campanhas. Neste caso, o valor mensal é de R$ 35. O aplicativo desenvolvido pela Volunti viabilizará os dois tipos de doação.

“O uso da internet, além de aumentar o alcance das nossas mensagens e criar novas redes, também dá a possibilidade de que nossos doadores possam se transformar em verdadeiros defensores de causa. E, quando pensamos que, hoje, a grande maioria está conectada o tempo todo pelo celular, é como se cada um tivesse nas mãos um megafone para espalhar a missão da nossa organização, a causa pela qual se apaixonou, apoia e acredita”, afirma a gestora de captação de recursos da ActionAid Brasil, Kátia Gama, que completa: 

“Mais do que acompanhar nossas ações e resultados, nós queremos que, com esse aplicativo, nossos doadores possam divulgar nosso trabalho e incentivar todos os seus contatos, amigos e familiares a serem protagonistas nas mudanças de vida de milhares de pessoas que precisam da nossa ajuda”. 

O CEO da Volunti.org, Nelson de Moura, reforça que o diferencial da plataforma é a aposta na credibilidade que uma indicação pessoal tem quando o assunto é doação e engajamento: 

"Acreditamos no relacionamento um-a-um (P2P) entre as pessoas em torno de uma mesma causa, pois é diferente quando um contato ou alguém de confiança lhe convida para apoiar uma iniciativa que você ainda não conhece. A plataforma criada pela Volunti vai permitir que a organização se utilize da poderosa estratégia peer-to-peer (P2P)para impulsionar suas causas", diz Nelson de Moura, CEO da Volunti.org. 

Sobre a ActionAid

A ActionAid é uma organização internacional de combate à pobreza, fundada em 1972, na Inglaterra. Hoje, ela está presente em 45 países. Ao Brasil, chegou em 1999 e expandiu sua atuação para 13 estados do país, onde trabalha em parceria com 25 organizações locais, beneficiando mais de 300 mil pessoas em cerca de 1.300 comunidades.

A ActionAid acredita que o caminho para acabar com a pobreza inclui o apoio às pessoas que vivenciam esta situação, para que elas mesmas construam soluções sustentáveis para superá-la. Ela identifica comunidades e organizações locais para fazer parcerias, e aí desenvolve projetos para garantir o acesso das pessoas aos direitos de alimentação, educação, infraestrutura urbana, participação cidadã e igualdade entre homens e mulheres. 

Além dos projetos de desenvolvimento local, a ActionAid realiza campanhas para mobilizar a sociedade e pressionar o poder público sobre ações importantes para as pessoas vivendo em situação de pobreza. E se engaja, junto a outras organizações da sociedade civil, em espaços de mobilização e monitoramento de políticas públicas em nível local, nacional e global. 

A ActionAid começou a receber doações de brasileiros em 2007. Em 2010, a atriz Julia Lemmertz se tornou embaixadora da marca, estrelando campanhas de apelo, visitando comunidades e participando de eventos da organização. O esforço de captação de recursos no país deu tão certo, que em 2012 os doadores brasileiros passaram a poder apoiar também comunidades em países africanos, asiáticos, no Haiti e na Guatemala.